Odiáveis

Pouco mais de quatro anos de convívio e já posso fazer uma listinha dos mais asquerosos da faculdade. Não vá pensando que é por pura maldade, não é. Se estão aqui é porque realmente merecem. Como é possível juntar tanta gente ruim no mesmo lugar? E quando a concentração é de mulher, já viu, né? Boa coisa não pode sair...

Fiona - é o que há de mais patético! Se acha linda (mais do que realmente é), tem auto-estima elevadíssima, passa a aula inteira com as mãos nos cabelos (alisados com auxílio de chapinha). O sonho dela era ser a chefe do bando, mas ninguém dá ousadia a ela. Coitadinha, tenho pena! Ela só quer ser popular, gente. Dá uma chance pra ela! Pobre-menina-com-transtornos-alimentares.Meu sonho é ver ela careca.






Não sei quem é pior: Ratatouille ou Vodoo Doll. Mas vamos por partes, como diria Jack. Ratatouille (apelido dado por algumas pessoas que a acham parecidíssima com o ratinho do filme) é sonsa, puxa-saco, adora disputar nota (mas ela age de forma sutil, não é tão explícita como as outras), é uma crente beeem dissimulada. Só fala com os outros por interesse e só por que não tem vida própria, acha que mais ninguém tem. Poderia chamar-se Creuza, se fazendo de santinha-eu-só-dou-depois-de-casar-não-fale-de-sexo-perto-de-mim, engana geral. Quando conto algum podre, alguma pilantragem dela, ninguém acredita. Oh, mas ela é tão boazinha, quase uma santa. Sério que ela fez isso? Gente, ela é o cão em pessoa. Adora ver a galera se dar mal, mas também já teve seu dia. Foi pra uma final e chorou (ah, que é? eu tenho 12 anos). Precisavam ver a cena: eu não mereço, mimimi, mimimi eu estudei tanto. Ah, fala sério! Três anos de curso e ainda não tinha ido pra uma final. Já era hora, né?



Vodoo doll - também conhecida como pedacinho, pouquinho e etc. Não pode ver ninguém com nada e já chega pedindo, mete a mão e pega mesmo. Pode ser biscoito, tangerina, banana, doce, refrigerante, whatever. Mas isso é o de menos. Invejosa e mesquinha faz o possível e impossível pra se dar bem, nem que seja passar por cima das próprias ‘amigas’ (ela também tem amigas, claro. Ratatouille é uma delas). Nunca fui com a cara dela, desde o começo do curso quando os grupos estavam se formando. É bem parecida com Ratatouille, com aquele jeitinho goste-de-mim-eu-sou-legal e por trás disso quer mais é ver o circo pegar fogo.



Judith Lontra - a abelha rainha. Chefe do bando. Tem um bando de seguidoras babacas que nem ela, da mesma laia de Miss Escore. Mas ela é a chefe, as outras fazem apenas o que ela quer. Manipuladora, dissimulada, egoísta, falsa até a alma (na frente do namorado é um doce, fala com todo mundo, distribui simpatia. Por trás é totalmente diferente). Disputa nota com as outras e se alguém tira nota maior que ela, dá chilique, fica putinha. Não pode né? A rainha tem que ter a maior nota always. Ah, regula xerox de material, se possível queimaria pra mais ninguém ter.




Miss Escore - de todas era a que parecia mais ‘gente fina’, a mais legal. Todo mundo se engana, né? Depois de ser ‘condenada’ a fazer um trabalho comigo, largou a seguinte frase: mas e o meu escore, como é que fica? Não sou acostumada a fazer trabalho com outras pessoas, isso pode interferir na minha nota e tals... Ou seja, eu não era capaz de fazer um trabalho com ela, era burra demais pra trabalhar com ela, não era digna dela. Um simples trabalho ia baixar a merda do escore dela? Ela achava que sim. Mas não adiantou, a professora não aceitou e ela teve que fazer o trabalho, mesmo contra vontade. Depois de perceber que tinha feito merda, ficou pagando de vítima. O que ela não percebeu foi que as ‘amigas’ dela pularam fora e a deixaram queimar sozinha na fogueira. Foi ela quem falou o que nenhuma das outras tinha coragem de falar. Achei bem feito, foi obrigada a fazer um trabalho com quem não queria. Eu também não queria fazer trabalho com ela, mas não me recusaria de tal forma. Ah, e foi a pior semana da minha vida. Foi realmente TENSO estar ao lado dela, ainda mais depois de tudo o que aconteceu naquela aula.
Egoísta, mesquinha, preconceituosa, S-A-F-A-D-A! Quero só ver até quando vai carregar essa merda de escore. Egoísta, vai morrer toda podre e seu escore não vai estar com você.

Ah, ela não tirou nota baixa no trabalho, o escore não baixou (acho que não. Não por esse trabalho). Ainda bem, né? Imagina se essa merda de escore baixa, o que ela não faria comigo?
O elevadíssimo escore não a salvou da prova final. Depois desse papelão, ela nem olha na minha cara. E você acha que eu ligo?


Bette Davis - ninguém te despreza mais que ela. Parente de uma subcelebridade de segunda linha, se acha a pessoa mais importante do mundo. Ninguém é digno dela e nem bom dia ela costuma dar (educação mandou beijos). Menospreza geral, de porteiros à diretoria. Não se faz de boazinha como as outras, tem orgulho de ser como é e desprezar todo mundo. Quando conheci, achava que era autista, me enganei, não é. Não passa de uma garota mimada que dá chilique e chora quando as coisas não saem como ela quer.
Ah, Bette não é seguidora de Judith. Ela é superior e jamais aceitaria receber ordens de alguém.
Você me despreza? Duvido! Eu te desprezo muito mais!


Tem outras cobras, mas como são muito parecidas, ficaria repetitivo e não tenho paciência pra elas. As que estão aqui representam o tipo de pessoas que eu mais desprezo e que tive o desprazer de conhecer e compartilhar da mesma profissão. Fizeram muito mal, mas o dia de cada um chega. Quando esse dia chegar, quero rir bem alto na cara delas.


















































































































8 comentários:

Anônimo disse...

:)Adorei todas as personagens criadas para representar esse povo maldito e cruel! Mas,a bendita frase é verdadeira: o que se faz, aqui se paga!! E algumas delas, já pagaram, outras estão... porque para Deus estas atitudes não são dignas de aprovação, pois ele quer que todos os seres humanos respeitem uns aos outros e nenhuma pessoa é superior a outra!!! :)

Anônimo disse...

Faltou tanta gente aí, hein? Acho que deve ter outro com aquelas que não foram citadas mas que são piores até que essas aí.

Dressinha! disse...

Anônimo disse...
:)Adorei todas as personagens criadas para representar esse povo maldito e cruel! Mas,a bendita frase é verdadeira: o que se faz, aqui se paga!! E algumas delas, já pagaram, outras estão... porque para Deus estas atitudes não são dignas de aprovação, pois ele quer que todos os seres humanos respeitem uns aos outros e nenhuma pessoa é superior a outra!!! :)

Anônimo disse...

Muito massa.......Vc conseguiu dar veracidade aquelas caricaturas!!!! Muito bom, parabéns.
Vc é uma pessoa dotada de muito talento, claro que sem se preocupar com o escore. Rsrsrsrsrs...Bjos.

Anônimo disse...

ai fico triste e feliz?!?!?!? triste por ter faltado tanta gente " importante" nesse "nido de culebras" mas regozijada por tanto talento, sensibilidade,inteligência e criatividade da referida autora, digno de um oscar da opinião critica,vc foi brilhante, acho que alcançou os mais altos níveis de score ( " tipo padrão ouro") pra n esquecer do famigerado kkkkkkkk, altas gargalhadas para tanta gente de cabeça pequena, mente pequena e reducionista como essas aí, pobres meninas,merecem nosso apoio psicológico, senão podem chorar se não subirem na vida, independente da forma é claro,nos veremos lá frente.PODE APOSTAR!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Amei, deveria ter odiáveis parte 2,3,4...é tanta gente ordinária,preconceituosa e falsa nesse curso, tanta gentalha que na sua frente é uma coisa e por trás é outra, que precisaria de muitos posts pra contar essa história, o que me conforta é que tudo que a gente faz nessa vida...VOLTA PRA GENTE!!!!Sejam coisas boas ou ruis...a hora delas vai chegar, gostaria muito de estar de camarote pra assistir a queda dessas falsas gigantes!!!!
Um abraço.
Aline.

Cassiano disse...

Adorei essa pagina ! Ficou bonita ,parabens !

Ícaro disse...

Mas Beth é demais viu! A melhor!

Postar um comentário

Obrigada!